Featured

Tai Chi Chuan e Fibromialgia

Tai Chi Chuan e Fibromialgia – uma relação harmoniosa

O que é fibromialgia?

A fibromialgia é uma síndrome musculoesquelética que pode ser identificada em pessoas com dor crônica difusa com mais de três meses de duração e caracterizada por dor ao exame de pontos dolorosos específicos ao exame físico (também chamados de tender points). Os possíveis sintomas e mais comum são: fadiga generalizada, distúrbio do sono, rigidez matinal, sensação de dispneia, ansiedade, depressão e alteração da função cognitiva (LORENA, 2016). Ela afeta aproximadamente de 2 a 4% da população mundial entre 18 a 65 anos, e até o momento, não há cura para ela. No entanto, há diversos tratamentos multidisciplinares que incluem o uso de medicamentos, exercícios, terapias e educação de saúde. Os objetivos destas práticas visam a redução da dor crônica musculoesquelética e melhorar a condição física, funções psicológicas e qualidade de vida (WANG et al, 2018).

 

Tai Chi Chuan

O Tai Chi Chuan (Arte Marcial do Supremo Equilíbrio) é uma arte marcial chinesa milenar que envolve a prática para o corpo e a mente. Seus movimentos lentos e circulares, aliados a uma respiração elaborada e profunda, fortalecem, relaxam e integram o corpo e a mente, melhorando a saúde, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e autodefesa. Sua origem vem das tradições chinesas como artes marciais, Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e filosofia. Os praticantes desta arte obtêm melhora em sua saúde, adoece menos e sofrem menos de doenças crônicas (SOARES, 2019).

Tai Chi e Fibromialgia

E qual seria a relação entre uma síndrome como a fibromialgia e a arte marcial Tai Chi Chuan? Como vimos anteriormente, a prática desta traz benefícios a saúde do praticante, a disciplina e a atividade marcial aliada as prescrições médicas podem beneficiar a pessoa com fibromialgia. Talvez você se pergunte: como alguém com dores crônicas e outros sintomas listados no início de texto possa praticar uma arte marcial, e ainda fazer dela sua forma de tratamento e manutenção da qualidade de vida?”. Vejamos uma pesquisa que foi resumida por Vanessa Thees (2018) no portal PEBMED na área de reumatologia (ao final do texto, estará o link para a matéria e da pesquisa que ela resumiu). Foi uma pesquisa realizada com pessoas com fibromialgia, cujo objetivo foi analisar a eficácia do tai chi em comparação com o exercício aeróbico como intervenção não farmacológica para essa síndrome.

Nos Estados Unidos, na Universidade de Tufts, durante março de 2012 a setembro de 2014 foram feitas entrevistas com pessoas para selecionar os participantes. O método utilizado foi um estudo prospectivo, de maneira aleatória (randomizado), em que foram selecionados 226 adultos com fibromialgia. Este grupo de pessoas foi divido em grupos menores para exercício aeróbico supervisionado (prática por um período de 24 semana, duas vezes por semana) ou tai chi supervisionado (12 ou 24 semanas, uma ou duas vezes por semana, com no mínimo de 30 minutos de exercício). As rotinas de treino de exercício aeróbico consistiam em um programa no formato de exercício cardiovascular consistente com as recomendações de exercício da intensidade moderada para fibromialgia. Para o tai chi, foram utilizados movimentos meditativos, técnicas de respiração e vários métodos de relaxamento a partir do estilo Yang de Tai Chi Chuan e seguindo recomendações para fibromialgia. É importante frisar que os instrutores das duas modalidades receberam conhecimentos sobre a fibromialgia para guiar suas práticas, bem como cada participantes receberam instruções sobre as atividades que participaram.

Os resultados apontaram que ambas as atividades propostas melhoraram o quadro de saúde, mas o tai chi demonstrou ser melhor. Quando comparado ambas, na mesma administração de intensidade e duração, o tai chi demonstrou melhor benefício. Inclusive, os participantes foram mais ativos nas sessões de tai chi do que nas de exercícios aeróbicos. Nenhum evento adverso grave relacionado às intervenções foram relatadas. Os pesquisadores concluíram que o tai chi melhora semelhantemente ou até maior nos sintomas da fibromialgia do que no exercício aeróbico, e que isto se dá provavelmente pela abordagem mente e corpo desta arte marcial, e pode ser considerada uma opção terapêutica no manejo multidisciplinar da doença.

Considerações

A prática marcial do Tai Chi Chuan vem sendo provada como uma forma de tratamento alternativo para a fibromialgia. Outros estudos sobre este tema foram publicados e continuam sendo estudados visando tornar mais claro esta relação. Podemos ver que os conhecimentos aqui vistos são importantes para quem possui a doença, para um instrutor marcial e para aqueles que conhecem alguém que tenha esta síndrome e queira ajudá-la. Na Academia Tao Chi, temos esta preocupação com os alunos, e por nossa experiência, muitos tem buscado o tai chi como forma de tratar sua saúde, bem estar e qualidade de vida. Então, se você, leitor, conhece ou seja alguém que tenha fibromialgia, ou outra doença crônica reumatológica, o Tai Chi Chuan tem muito a oferecer na melhora da sua vida. Como portador da síndrome e praticante de Tai Chi Chuan a cinco anos, posso afirmar que o esforço vale a pena.

 

Autor: Arthur Nazareno Marinho Oliveira, 27 anos. Estudante de Tai Chi Chuan (6º grau de formação) na Associação Tao Chi. Supervisionado pelo Shifu Márcio Soares e Shifu Keven Miranda. Graduando de Bacharel em Psicologia (7º semestre) pela Uninassau.

 

Referencial bibliográfico

LORENA, Suélem Barros de; et al. Avaliação de dor e qualidade de vida de pacientes com fibromialgia. Revista Dor Online, vol. 17, n. 1, p. 8-11. São Paulo, jan.- mar. 2016. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132016000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso no dia 30 de abril de 2020.

SOARES, Márcio. A essência do Tai Chi Chuan – Teoria e Prática. 1ª edição, 2019.

THEES, Vanessa. Fibromialgia: tai chi vs exercício aeróbico no manejo de sintomas. Disponível em: <https://pebmed.com.br/fibromialgia-tai-chi-vs-exercicio-aerobico-no-manejo-dos-sintomas/> Acesso no dia 30 de abril de 2020.

WANG, Chenchen et al. Effect of tai chi versus aerobic exercise for fibromyalgia: comparative effectiveness randomized controlled trial. British Medical Journal, março, 2018. Disponível em: <https://www.bmj.com/content/bmj/360/bmj.k851.full.pdf>. Acesso no dia 30 de abril de 2020.

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Tutoriais

Login

Register

*
*
*
*
*
*

Fields marked with an asterisk (*) are required.

Históricos

Registro
  •  O Grande Mestre 4 (Ip
    Man 4) chega ao seu capitulo final em 2019.

     

    Era Uma Vez em... Hollywood, o nono filme de Quentin Tarantino...

     

     

     

     

     

     


  • O Brasil sediará o 2° Seminário Sul-Americano de Qigong-Saúde entre os dias 24 e 29 de Maio

     

    Brasília sediará o XXVII Campeonato Brasileiro de Kung Fu de 7 a 11 de setembro.....

     

PARCERIA

         

 

 

 

  

Livros TaoChi